domingo, 24 de maio de 2009

Consequencias da crise



Quanta coisa andam dizendo por ai....
Marolinha, fim dos tempos, desemprego, cúpulas, discussões, G20, economistas, presidentes, pessimismo, pacotes econômicos, injeções e AAAAAAAAAAAAHHHHH !!!

Lembremos que eu não sou economista, mas vou me meter a explicar alguns aspectos:

O fantasma!

O fato é que algumas coisas já vêm acontecendo. Alguns (leia –se: $$), podem até se questionar “será que isso não é tudo uma invenção? Esse fantasma de crise que tanto se fala, mas não se vê?”, mas a situação ta tensa meeesmo! Basta olhar o numero de DEMISSÕES que estão acontecendo, as maiores empresas do mundo rodando, pedindo CONCORDATA (prorrogação do pagamentos de dívidas), FALÊNCIA (esses termos possuem significados diferentes nos EUA e no Brasil!!). Monstros como Chrysler, GM, grandes bancos, muita gente mal das pernas...
Isso tudo pode ser muito ruim, muita gente acaba pagando o pato. E essa quantidade de desempregos gera o inconveniente fenômeno da RECESSÃO, um ciclo de problemas. Suponha que uma empresa de sapatos (hahaha típico exemplo de aulinha de geografia!!) para cortar gastos demita funcionários. Os desempregados perdem o poder de compra, como eles não consomem, outras empresas vão ficar com seus produtos nas prateleiras, outros funcionários serão demitidos, até chegar em um ponto que as pessoas não compraram mais sapatos! Basicamente é isso, o desemprego como uma bola de neve, gerando mais desemprego.

Medidas

Como conter uma crise então? Ouch é o que todo mundo quer saber...
Vou falar sobre algumas medidas adotadas...

BRASIL

Por aqui, o governo auxiliou os setores; AUTOMOBILÍSTICO, LINHA BRANCA (baseado na cor de toda geladeira, usa-se esse termo para se referir a eletrodomésticos), reduzindo o IPI (imposto sobre o produto industrializado). Assim, o preço desses produtos permanece mais ou menos como estava antes da crise, e as vendas continuam acontecendo normalmente. Maaas, eles não podem simplesmente sair abaixando imposto. Para fazer isso tiveram que compensar e aumentar outro. E o escolhido foi o cigarro, que teve seu IPI aumentado, acho que é por ser produto menos essencial. Conclusão: o câncer de pulmão está mais caro!!
Outro setor beneficiado foi a CONSTRUÇÃO CIVIL. Exemplo: em JAN/2009 o presidente anunciou o programa “Minha Casa, Minha Vida” (hahaha parece nome de programa de televisão estilo Ana Maria Braga!!!) que visa a construção de Moradias para famílias com renda até 10 salários mínimos. Esse tipo de programa, também ajuda a gerar empregos.

Vale citar também: crédito para PRODUTORES RURAIS, empréstimos para INFRA- ESTRUTURA, redução da TAXA DE JUROS .

MUNDO

O governo dos EUA liberou para sua economia um pacote de 838 milhões de dólares , um número incontável. Este é o NEO-liberalismo, o governo ajudando o mercado!
Este ano houve a reunião do G20, na qual os lideres mundiais mais influentes do mundo se reuniram para discutir medidas para conter a feiosa. Resolveram mandar 1,1 bilhões de dólares para o FMI (Fundo Monetário Internacional), restringir mais o setor financeiro, evitar o protecionismo, fazer cara feia para os paraísos fiscais... tudo muito vago, deixando a pergunta no ar: será que vai adiantar? Para avaliar os resultados deverá ter outro G20 ainda este ano.
Lucro?

Mas diante de tanta desgraça uma galera sai lucrando com isso. Sim! A própria indústria automobilística (no Brasil!) está indo muito bem e isso por conta da redução do IPI que eu já falei. Diante desses benefícios é que surge a bonitinha da expressão CRISE É OPORTUNIDADE. O Brasil mesmo pode aproveitar a falta de investimentos externos para se desenvolver internamente.
Também estão falando sobre a taxa de juros, que seria nosso “ás na manga” (pq sempre ás e não um sete de copas ou zap?). A nossa taxa de juros sempre foi alta, absurda, cerca de 12% ao ano, enquanto a média mundial é 0,1% a.a.(ao ano). Isso mostra o quanto não se confia no consumidor brasileiro, ou mais ainda o tanto que somos explorados. Ou você acha que parcelar a geladeira em 10 vezes sem entrada é bondade das Casas Bahia? Ela ganha em cima dessa taxa tão alta. Enfim, mas o papo agora é de que essa alta taxa pode ajudar a gente na crise, enão foi à toa que em março deste ano a taxa de juros Selic (referência básica da taxa brasileira) caiu 1,5% e hoje está na faixa de 11,25% (Continua sendo a maior do mundo!!!). Reduzir os juros significa indiretamente diminuir preços, a galera volta a consumir e o comercio reaquece. Já os outros paises não têm mais como baixar a taxa de juros, ponto pra nós!

Não nos esqueçamos de que a crise é usada como desculpa para muitas situações. O termo é tão vago, que você pode se livrar até de seus problemas pondo a culpa nela.

A crise vai além da economia!
Sim, sim ela afeta nossos SENTIMENTOS (o órgão mais dolorido do homem é o bolso) ,COMPORTAMENTOS e ARTE!!
Voltemos à nossa ultima experiência crisenta, 29. Antes do crash os EUA estavam bombando no comércio , o consumo estava acelerado, cada dia era um produto novo. E não é mera coincidência que na mesma época (dec. 20) surgiu o jazz, frenético, alegre, dançante, agitado...e BUM!!!! Estoura a crise e nasce o Blues, um ritmo mais triste,deprimido e paradão.
Mas, quem dera se a arte só se renovasse nos tempos de crise... um problemão é o corte de verbas para CULTURA e ESPORTES!

Vôlei na pior!

Vamos lá, olhe o caso do Brusque e do Osasco, dois dos melhores times de voleibol feminino do país fecharam por falta de patrocinador. Qual o futuro do vôlei ? São times bem sucedidos, somos campões olímpicos. Bom vamos ter que engolir nossas estrelas indo pro exterior, caso da Paula Pequeno que vai jogar na Rússia ( PROTESTO de membro do JUVENAL!!! ).

O Tim Festival foi cancelado e até o cinema americano está sentindo!

Na arte, temos a Lei Rouanet, estimula o mecenato, que possibilita os investimentos na cultura de acordo com o lucro das empresas... ou seja é crise quebrando a bicicleta de novo!! Muitos projetos estão empacados. Esse setor não recebeu NADA de ajuda direta do governo, e olha que alguns afirmam que há mais empregos nessa área do que na queridinha da indústria automobilística. Minas Gerais já era um dos estados menos favorecidos pela Lei Rouanet, agora está pior ainda, pois suas indústrias (metalúrgicas e de mineração) estão exportando menos.

Que essa a crise sirva para melhorarmos! (ooon)

O Juvenal quer saber:
DÚVIDAS, SUGESTÕES, CORREÇÕES AVALIAÇÕES, SÁTIRAS, OPINIÕES portanto:
COMENTEM!



Por Juvenalda

3 comentários:

JUVENAL disse...

Por que ninguém comenta?

Juliana disse...

Meninaaass!! to adorando, ri demais lendo o que a Juvenalda escreveu.. qual das tres seria ela?hheheheh adorei mesmo, muito bem informadas, e eh claro sempre com humor.. !
beijos
Juliana

JUVENAL disse...

Gente, tento comentar há tempos mas não consegui publicar. Acho a proposta ótima, leve e com humor inteligente, tal como vcs, juvenildas são(sem corujices). Nos tempos de shopping center e blogs-diário de adolescentes, acho também corajoso vocês mostrarem a cara. Sucesso, meninas!
Rosane Castro